quinta-feira, 23 de março de 2017

Quem levou para casa!

Quem levou para casa os galardões Cosme Damião:
Atleta Revelação: Lindelöf
Prémio Carreira: Ângelo
Formação: Jogadores Campeões Europeus Sub-17 (José Gomes, João Filipe, Mesaque Dju, Gedson Fernandes e Florentino)
Mérito e Dedicação: Manuel da Luz Afonso
Projeto do Ano: Organização da final four da Liga Europeia de hóquei em patins
Inovação: A magia das palavras
Modalidade: Hóquei em Patins
Casas do Benfica: Vendas Novas
Atleta de Alta Competição: Telma Monteiro (judo)
Treinador do Ano: Rui Vitória
Parceiro: Hospital da Luz
Homenagem: Rogério Pipi
Futebolista: Jonas

Estórias à Benfica


Estádio da Luz a fervilhar. Segundo os relatos da época, 69.021 espectadores nas bancadas a acreditarem que o Benfica treinado por Jimmy Hagan seria capaz de dar a volta a uma eliminatória que tinha começado mal, na Holanda, onde o Feyenoord havia ganha por 1-0 a primeira mão. O titularíssimo António Simões era uma carta fora do baralho para a partida de Lisboa, pois escorregou numa escada quando ia para o treino e partiu um braço. Mas nem o azar do esquerdino tirava a crença dos benfiquistas numa reviravolta do marcador e na passagem às meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus. Afinal, havia Jaime Graça, havia Artur Jorge, havia Jordão, havia Nené, até havia Eusébio…
E o jogo não podia ter começado melhor para as “águias”. Estavam decorridos apenas cinco minutos quando Nené igualou a eliminatória. A Luz incendiava-se e começou a arder 26 minutos depois, após o golo de Jordão. Em pouco mais de meia-hora o Benfica dava a volta à eliminatória e fazia o austríaco Ernst Happel, treinador da equipa holandesa, engolir as palavras proferidas depois do triunfo em Roterdão - no campeonato holandês, os portugueses jogariam para “não descer de divisão".Só que o Feyenoord não era uma equipa qualquer. Os campeões holandeses tinham muitos internacionais e dois anos antes tinham vencido a Taça dos Clubes Campeões Europeus e a Taça Intercontinental. A um quarto de hora do fim, um golo de Schoemaker colocou o resultado em 2-1 e emudeceu a Luz. Os “encarnados” estavam fora da prova e, com apenas um quarto de hora para jogar, muitos foram os que desistiram.

Centenas começaram a dirigir-se para o exterior do estádio sem imaginar no que estava prestes a acontecer. Num assomo de raiva, num ímpeto de galhardia, o capitão Jaime Graça rouba a bola aos holandeses, que a passavam com algum desdém de jogador para jogador no seu meio-campo. Num ápice ela acaba nos pés de Nené, que marca o seu segundo da noite (o terceiro dos benfiquistas) aos 81’ e dá início a uma goleada que terminaria com o triunfo dos “encarnados” por 5-1, depois de mais dois golos – um de Jordão (87’) e outro de Nené (89’). Três golos nos últimos 15 minutos.
O que se passou naquele período, no relvado da Luz, entrou para a história como os 15 minutos à Benfica. Uma expressão que tenta descrever um futebol avassalador, uma espécie de vendaval ofensivo que empurra os adversários para trás, uma sucessão de ataques incessantes protagonizada pelos homens vestidos de “encarnado” e que encosta o opositor às cordas até o deixar KO, permitindo dar a volta a resultados desfavoráveis.
Muitos anos mais tarde, Nené, o homem daquele jogo, elegeu-o como o jogo da sua carreira. O avançado, na primeira pessoa, em declarações ao PÚBLICO em 2004: “No jogo da primeira mão, em Roterdão, o treinador do Feyenoord, Ernst Happel, meteu-se muito connosco, disse que o Benfica era uma equipa de provincianos que não sabiam jogar futebol. O próprio capitão, van Hanegem, comparou o Benfica ao Excelsior, na altura o último classificado do campeonato holandês. O ambiente no jogo de Lisboa, como sempre, estava fantástico, com o Estádio da Luz completamente cheio. Os jogadores sentiam muito o peso daquele estádio e aos 30 minutos de jogo já estávamos a ganhar por 2-0 – o suficiente para nos qualificarmos para as meias-finais, já que tínhamos perdido o primeiro jogo por 1-0. Mas eles fizeram o 2-1 perto do fim e tudo parecia perdido. Muita gente começou a abandonar a Luz. Lembro-me que os jogadores do Benfica olharam uns para os outros e acho que não foi preciso dizer mais nada. Cerrámos os dentes. As palavras do senhor Happel ainda estavam nos nossos ouvidos e mexeram connosco. Quisemos demonstrar-lhe o que era o Benfica, o Estádio da Luz, o famoso terceiro anel. Nos últimos dez minutos de jogo, marquei dois golos e o Jordão outro. Tinha 22 anos e essa foi, certamente, uma das noites mais inesquecíveis da minha vida.”
Os 15 minutos à Benfica foram, assim, forjados num período aúreo do Benfica, com Jimmy Hagan no comando de uma equipa quase imbatível. O inglês chegou à Luz em 1970-71 e rodeado de uma série de jogadores de excelência conduziu os “encarnados” a três títulos de campeão nacional, o último dos quais praticamente perfeito: 30 jogos, 28 vitórias, dois empates e zero derrotas; 101 golos marcados, 13 sofridos; 18 pontos de avanço para o segundo classificado.
in jornal Público

VERGONHOSA ESTA DECLARAÇÃO!!!

Anda por aí uma polémica...e com inteira razão!!!
Então não é que...

VERGONHOSA ESTA DECLARAÇÃO!!!

É uma falha de cultura gravíssima!!!!!!!!! E um insulto!!!

Então e bola, pá!?!!! Esqueceu-se do guito que torramos em bola??!!

Copos, bola e mulheres!!! Assim sim.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Quero lá saber

Quero lá saber se é o Jonas ou o Paulo Lopes quem marca o golo da vitória contra os frutanheiros!!!

Quero é ganhar o jogo!!!

E o Jonas também!

PS - Pistolas, dá para deixares ser outro a bater os livres diretos principalmente se aos 90 minutos em vez de fazeres o golo da época resolves tentar picar a bola contra a barreira...? Please.

1 e meio!

Benfica e Águas Santas empataram (28-28), no encontro que abriu o Grupo A da segunda fase do campeonato nacional de andebol.

Os encarnados saíram com vantagem mínima (16-15) para o intervalo e chegaram a ter quatro golos de diferenças mas permitiram a recuperação do Águas Santas que empatou já com o tempo terminado na transformação de um livre de sete metros convertido por Mário Oliveira.

Melhor desfecho teve a equipa de futsal que venceu, esta terça-feira, o Pinheirense em jogo antecipado da 21ª jornada do campeonato nacional de futsal.

Os golos dos `encarnados´ foram marcados por Elisandro (13 e 39) e por Chaguinha (39).

terça-feira, 21 de março de 2017

Agora sim, está ganho!

Agora sim, está ganho! Grande reforço para o Clássico!!!

O departamento jurídico do Benfica entregou o recurso para o Tribunal Central Administrativo do Sul (TCAS) tendo em vista a suspensão imediata do castigo de 60 dias atribuído pelo Conselho de Disciplina (CD) a Luís Filipe Vieira e confirmado este mês pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), após recurso. 

Este castigo, recorde-se, surgiu depois de troca de palavras no camarote presidencial entre o presidente das águias e João Ferreira, vice-presidente do Conselho de Arbitragem, no final do Benfica-V. Setúbal, da primeira volta, acerca do trabalho do árbitro Manuel Oliveira nessa partida. 

O líder das águias foi suspenso a 15 de novembro e o departamento jurídico da SAD avançou com recurso para o TAD, tendo sido o castigo aí suspenso. A decisão saiu, entretanto, com o TAD a negar o recurso a 7 de março. Vieira tem ainda mais um mês para cumprir. 

Este novo recurso leva a nova suspensão até que o TCAS tome a decisão. Ou seja, o presidente do Benfica poderá estar em áreas reservadas, incluindo o balneário da equipa, no clássico com FC Porto, estando também autorizado a falar de futebol sem que seja penalizado. 

Ah, não...espera...o que importa é a malta que joga à bola lá dentro de campo...e aqueles que até ficarem sem voz não viram costas e puxam pela equipa até ao último segundo, faça chuva ou faça sol...

Esses sim, são os reforços que importam ter aptos para o confronto que dita a liderança do campeonato!

A falta que um boi faz!

A época passada, a equipa começou a cavalgar para o título quando Renato Sanches começou a fazer quilómetros e imprimir outra velocidade à equipa. Um verdadeiro búfalo em campo!

Esta época, foi a surpresa Guedes quem espalhava rebeldia em campo e galgava terreno lá na frente feito um boi largado na arena...ainda que nem sempre com orientação acertada...dá para perceber que era mesmo quem fazia a diferença!

Era tempo de Horta chegar para tomar conta do lugar! Vestir a pele de boi! Raça!!! Ambição!!

Pizzi à direita dava maior coesão à equipa, principalmente no jogo com os frutanheiros!

Contra equipas mais fechadas, Carrillo é neste momento a melhor opção para esticar o jogo na ala direita!
Cervi é de longe o nosso melhor ala e é quem tem de fazer de Gaitan! Não foi por acaso que o nosso melhor período foi precisamente com o anão argentino em campo.

E na defesa, é preciso firmeza! É preciso acima de tudo presença na área! E isso quem dá é Jardel!

Ederson;
Nélson, Luisão, Jardel, Eliseu
Samaris, Horta
Pizzi, Cervi
Jonas e Mitroglou

Encham os pulmões de ar! Chegou a hora de GANHAR!
(ainda falta muito?)

segunda-feira, 20 de março de 2017

Jogos e mais jogos até ao Clássico!

O campeonato vai parar, mas os jogadores do Glorioso, vão jogar que se vão fartar, além das viagens. É o preço a pagar de ter grandes jogadores no plantel.

São 13 jogadores distribuídos por 10 seleções. Destes jogadores, 8 têm sido titulares, pelo que a preparação do Clássico não está comprometida, é completamente impossível. Dos titulares do jogo contra o Paços sobram apenas Luisão, Salvio e Jonas.


Nesta lista ainda faltam o Jovic (sub-20 da Sérvia) e o Kalaica (sub-19 da Croácia).

Os nossos adversários têm 8 jogadores em 5 seleções (Portugal A, sub-21 e sub-19, México e Uruguai). Apenas 4 são titulares, o que é uma clara vantagem na preparação do jogo.

Menino do Seixal trouxe alegria a muitos pais

Em Dia do Pai, foi um menino do Seixal a dar uma grande alegria a muitos pais.

 
Aos 55 minutos, no Dragão, os sadinos empataram e quem marcou foi o nosso menino.
 
 
 
No clássico, daqui a 15 dias, entramos em primeiro lugar e ninguém não pode dizer que não está contente.

domingo, 19 de março de 2017

Espero que gostem

Certamente tiveram um dia feliz com os filhos e família.
Espero que gostem dessa boa disposição.
E que tratem de compensar a minha filha e os muitos que como eu hoje não conseguimos desfrutar e retribuir o que nos fizeram para tentar animar depois da noite de ontem.

A conversa de que está tudo em aberto e só Dependemos de nós...de nada serve se não mudar alguma coisa. Chega de não jogar com onze e achar que isso é suficiente.
Têm de jogar os melhores. Os que estão em melhor forma e que vão lá pra dentro comer a relva.

Feliz dia do pai...

Fdx

Negócios À vista

É bom andar com boas relações com esta malta, sem dúvida alguma, não vale a pena negar. Mas lembrem-se...
#nãoprecisamosdevender

sábado, 18 de março de 2017

Péssimas notícias

Nélson Semedo, Eliseu e Pizzi foram três dos eleitos por Fernando Santos para o jogo de qualificação para o Campeonato do Mundo Rússia 2018, diante da Hungria, e para o encontro de preparação, frente à Suécia. A convocatória foi divulgada esta quinta-feira, em conferência de imprensa, na Cidade do Futebol.
A Equipa das Quinas jogará diante da formação húngara, no dia 25 de março, pelas 19h45, no Estádio da Luz, e enfrenta a Suécia, dia 28 de março, no Estádio do Marítimo, no Funchal, às 19h45.
Em vésperas de Clássico decisivo...ter esta gente na seleção em vez de poder estar a preparar o que importa no Seixal...é muito perigoso!
Juntam-se nas ausências Lindelof, Samaris, Mitroglou, Ederson, Carrillo e Raúl!
E ainda sobra Zivkovic, que não vi a notícia de ser convocado, mas duvido que não seja, não só pela sua habitual presença nas convocatórias das seleções, como pelo momento e utilização que tem tido no Benfica!
F.Augusto, Fejsa e Grimaldo continuam a recuperar de lesões.
Ao todo 13 sem poder trabalhar para preparar o Clássico!!!! Só 3 dos titulares estarão a treinar focados no Clássico!!!
Demasiado mau...e resta saber em que condições regressam, pois já sabemos o que nos espera normalmente...
O que importa, para já...é que hoje, há 3 pontos para conquistar!

Se acham que isto é normal...tudo bem...

Meia final da Taça de Portugal. Na Luz!
O acesso ao Jamor.

E nem abre o 3º piso...
Calma, mas para ir ao churrasco na final já toda a gente vai a correr.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Programa Romântico

Sábado às 15h00 o SL Benfica desloca-se ao Pavilhão do Casal Vistoso, terreno das osgas, para discutir um lugar nas meias-finais da Taça de Portugal de andebol.
À mesma hora, a equipa de basquetebol regressa à Luz para jogar a 4.ª jornada da segunda fase da LPB frente à Oliveirense.
Altura recebe nos dias 19 e 20 de março a terceira edição da prova do triatlo – a Taça de Portugal de triatlo feminino -, com início às 16h00.
A equipa de voleibol recebe, às 17h00, no Pavilhão n.º 2 da Luz, a AA Espinho para a 22.ª e última ronda da primeira fase do Campeonato Nacional. Com a liderança assegurada há semanas, o objetivo das águias passa por garantir uma fase imaculada...e tentar limpar a desilusão da final perdida.
Quase a fechar o sábado, um Paços de Ferreira-SL Benfica em futebol. A partida da 26.ª jornada da Liga NOS está agendada para as 20h30, no Estádio da Mata Real.
A equipa de hóquei em patins joga a partir das 21h30. Em Alcobaça, os encarnados vão discutir, com o HC Turquel, um lugar nos oitavos de final da Taça de Portugal.
No domingo a partir das 11h15, a equipa B desloca-se ao Estádio Municipal 25 de abril, para disputar a 33.ª jornada da Segunda Liga, diante do FC Penafiel.
À semelhança do que acontece com a equipa masculina neste fim de semana, também a formação orientada por Paulo Almeida vai até Alcobaça, mas em jogo a contar para a 4.ª jornada da fase de apuramento de campeão. O HC Turquel-Benfica está marcado para as 17h00 de domingo.
No futsal feminino, está marcado um encontro com o penúltimo classificado, a EDCG (Escola Desportiva e Cultural de Gondomar). O encontro que encerrará a 2.ª jornada está agendado para as 17h00 deste domingo, no Pavilhão da Escola Secundária de Rio Tinto, em Gondomar.
Às 20h45 joga a formação liderada por Joel Rocha, que parte para o desafio da 20.ª jornada do Campeonato Nacional, onde vai ter pela frente um duelo com a Burinhosa. O encontro está agendado para as 20h45 deste domingo, dia 19, no Pavilhão Gimnodesportivo de Alcobaça.

Campeão das queixinhas?

Na fundamentação para a rejeição do recurso do Sporting no caso dos ‘vouchers’, o Tribunal Arbitral do Deporto explicou porque considerou não haver qualquer «ilícito disciplinar» na oferta dos Kits Eusébio a árbitros por parte do Benfica. 

Uma decisão que seguiu na linha de entendimento da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga (CII) e do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

É desta que o assunto fica arrumado?

«Tendo ficado demonstrado perante a CII, o CD da FPF e o TAD, de forma inequívoca, que as ofertas ocorreram “após os jogos”, que “tal conduta constitui prática generalizada dos clubes participantes nas competições nacionais de futebol” e que a oferta foi sempre realizada “de forma absolutamente transparente – «(…) é sempre feita na presença dos Delegados da FPF e depois de estes ou de um dos elementos das forças policiais questionarem os árbitros sobre se os elementos do SLB podem aceder ao balneário para a concretizarem» –, não sendo de molde a colocar em causa a integridade e a credibilidade dos referidos agentes desportivos, nem tão pouco aptas a afetar a imparcialidade dos mesmos e, com isso, a verdade desportiva», lê-se na decisão do TAD, para quem “não resulta minimamente provado nos autos” nem é “crível” que as ditas “ofertas” e “presentes” “tivessem o significado de uma solicitação ou convite a uma actuação parcial por parte dos árbitros”.

«Considera ainda o TAD, contrariamente ao que é defendido no voto de vencido pelo Árbitro indicado pela Sporting SAD, que do ponto de vista do preenchimento do tipo de ilícito se afigura pouco relevante saber qual o custo efectivo da refeição, salientando o TAD que “trata-se de refeições e não mais do que isso!”», acrescenta o organismo, que conclui:

- Por tudo isto, o TAD conclui que “[b]em andou o acórdão recorrido ao considerar não provado que a Benfica SAD tivesse «por qualquer meio e forma, direta /ou indiretamente, expressa e/ou tacitamente, solicitado e/ou sugerido a qualquer árbitro principal, árbitro assistente, observador e Delegado da LPFP uma actuação parcial e atentatória do regular decurso dos jogos (…) de forma a beneficiar as suas equipas principal e B e/ou prejudicar as equipas adversárias em algum(ns) jogo(s) concreto(s) por aquelas disputado(s) nas competições nacionais em que participam.»”. 

O Acórdão refere a dado momento, que as conclusões obtidas resultam «em face da abundante prova produzida...» E conclui ainda que a oferta do denominado “kit Eusébio”, “nas concretas circunstâncias em que se verific[ou], não é apta a preencher o tipo de ilícito disciplinar “corrupção da equipa de arbitragem”, previsto e punido pelo artigo 62º, n.º 1, do RDLPFP, nem qualquer outra infracção disciplinar, ainda que indiciariamente.”.

Campeão das queixinhas? Lol...quem será?...

Algum interessa?

Desta forma, o catalão já prepara a nova temporada e, segundo avança o The Guardian, prepara uma verdadeira limpeza no balneário: 18 jogadores do plantel terão guia de marcha para procurar novo clube.

Yaya Touré, Clichy, Zabaleta, Caballero, Navas, Sagna e Adarabioyo (defesa da formação) terminam contrato e deverão deixar o clube a custo zero. 

Por outro lado, os emprestados Joe Hart, Mangala, Nasri, Bony e Denayer também não convencem Guardiola e não devem regressar a Manchester. Em avaliação estarão as situações de Aguero, Delph, Fernando, Kompany, Kolarov e Iheanacho.


Bem, é capaz de estar um pouco fora do nosso alcance...mas Yaya, Navas, Kompany e Fernando, se quiserem incluir na compra do Ederson...juntem-lhes 50 Milhões e não se fala mais nisso.

quinta-feira, 16 de março de 2017

O Fair Play é uma treta?

Para mim não é uma treta, mas o futebol começa a parecer "jogo de meninas".

Quem manda no futebol tem que tomar medidas urgentes, com risco dos jogadores passarem a incluir aulas de teatro nos treinos.

No Benfica-Belenenses de 2ª feira, ao 32 minutos, o André Sousa chocou contra o Luisão e ficou caído no chão, a "pedir batatinhas". A bola sobrou para Lindelöf, que talvez devido à sua ingenuidade estava tentado a atirá-la para fora. O capitão deu ordem para jogar e, pouco depois, Sousa levantou-se. 


Aqui está a prova do que eu digo há muito tempo. Quem tem de parar o jogo é o árbitro e nunca deverão ser os jogadores, com a exceção de lesões evidentes. Nestas nunca ninguém tem dúvidas e qualquer jogador, como profissional que é, não hesita em auxiliar um colega.

Na última 3ª feira, no Leicester City - Sevilha, em que os ingleses ganharam 2-0 apurando-se para a próxima ronda da Liga dos Campeões, o Samir Nasri (Sevilha) foi expulso depois de um desaguisado com o Jamie Vardy (Leicester). Depois dum encosto de cabeças, sem nada de especial, o inglês mandou-se para o chão, num teatro que faria corar Shakespeare. Resultado: amarelo para os dois, com expulsão por acumulação do francês.



Como nada acontece, nem ao André Sousa nem ao Jamie Vardy, continuarão com o seu teatro.

1ª proposta - Porque é que a equipa médica não pode assistir um jogador, sem o jogo parar? Se o jogador não estiver dentro da grande área, não vejo qualquer problema. Evitaria alguns teatros.

2ª proposta - Porque é que os teatros, que provocam penaltis e/ou expulsões, não são severamente punidos pelas entidades que regulam o futebol?

Pelo menos 10 jogos para bater record!

O grego Kostas Mitroglou igualou na passada 2ª feira, contra o Belenenses, o seu record pessoal de golos numa época. Curiosamente a sua melhor marca foi o ano passado, ao serviço do Glorioso.

É inegável que aos 29 anos está no pico da sua forma, pelo que nos 10 ou 11 jogos que faltam até ao final da época (9 para o Campeonato mais 1 ou 2 da Taça de Portugal) de certeza que marcará mais alguns.

Há 4/5 anos teve o seu auge na Grécia, que o levou ao Fulham de Inglaterra, onde nunca conseguiu demonstrar o seu valor. O clube inglês, que desceu de divisão, emprestou-o ao Benfica, onde superou as suas melhores épocas da Grécia. Os adeptos do Fulham choram a sua venda ao Benfica.


Borrar a pintura nos últimos dois minutos.

O Benfica B recebeu ontem o Portimonense, líder da II Liga.


Heriberto aos 4 minutos e o Diogo Gonçalves dos 8 colocaram o Benfica a vencer por dois golos.


Aos 40 minutos os algarvios reduziram e já perto do fim deram a reviravolta, com golos aos 88 e 90 minutos.


Como é que é possível?

quarta-feira, 15 de março de 2017

Era previsível

Com a derrota do clube da fruta em Turim, diante da Juventus, por 0-1, Portugal confirmou a perda de uma vaga na Liga dos Campeões na temporada de 2018/19.

Segundo os parâmetros da UEFA, apenas os quinto e sexto colocados no ranking podem colocar uma terceira equipa na mais importante competição de clubes europeus.

O sétimo lugar, posição agora ocupada por Portugal, apenas tem direito a colocar o campeão nacional na fase de grupos diretamente e ao segundo classificado na terceira pré-eliminatória.

Era previsível que isto acontecesse...dado que sempre só com os mesmos a contribuir para o ranking...não dá para dar conta do recado...

Quantos mais lá vão, pior é, pois menos valem os pontos dos que se esforçam e fazem bons resultados na Europa, pois é a dividir por mais... Agora, é cada um tratar de fazer pela vida! E deixem de andar a reboque do Tricampeão!

Mais uma...

Baixa inesperada no jogo com o Belenenses, Nélson Semedo tranquilizou os adeptos relativamente à lesão que o impediu de ser opção para Rui Vitória.

«Sofri um toque no joelho esquerdo, mas não é grave», disse Nélson Semedo, em declarações à BTV.

O lateral fez ainda questão de transmitir confiança ao seu substituto no «onze», André Almeida, garantindo que a equipa está empenhada em corresponder aos anseios dos adeptos depois da derrota frente ao Dortmund.

Principalmente depois de ver que foi o Almeinha quem levou pra casa o relógio de MVP do jogo...deve ter ficado preocupado...será que perdeu o lugar?
 :)

1 Milhão

Marca redonda para o Benfica e, mais especificamente, para o Estádio da Luz: a casa dos tricampeões nacionais ultrapassou esta segunda-feira o milhão de espectadores na presente temporada.
Para tal, contribuíram os 53.897 que marcaram presença no jogo com o Belenenses, que terminou com um claro triunfo das águias, por quatro bolas a zero.
Sobre o dado estatístico, Rui Vitória admitiu ficar "extremamente satisfeito":
"É um sinal claro de empatia, de união e de movimento. Jogar na Luz é único. Gosto que as pessoas venham para o Estádio e saibam que vão ver um bom espetáculo. Contribuir para isso deixa-me extremamente satisfeito. O futuro do Benfica passa por ter o estádio lotado", afiançou o treinador, em declarações à BTV.

terça-feira, 14 de março de 2017

Começar pelo fim

Aquele golo do Jonas! Aqueles festejos! Aquela união.
Não foi por acaso que foi o golo mais comemorado.
A equipa sabe como ele tanto está a precisar de golos para subir de forma.
A equipa sabe que precisa do génio do Jonas como de pão pra boca! Ainda por cima depois de desperdiçar aquela jogada que ia entrando pela baliza a dentro com a bola e deixou-a para trás no momento chave...
A receção e arranque imediato do Samaris é mel. A capacidade e inteligência do Mitroglou, pensando em primeiro lugar na equipa, de imediato a levantar a cabeça e procurar a posição do Jonas...e já sabia antes de receber a bola o que lhe ia fazer... Esta é para o Pistolas matar!
GOLOOOOOOOO!!!!!!!!!!!

Foi um jogo agradável. Nem sempre a ritmo elevado. Nem sempre bem jogado. Mas a largos momentos com muito boas trocas de bola e menos passes errados.
Claro que o golo inaugurar facilitou. Curiosamente a lesão de Nélson podia ser sentida, mas foi quem o substituiu que fez o primeiro golo da partida.

Depois em 10 minutos do segundo tempo, dois remates à entrada da área arrumaram o jogo.
Não sem antes...ter um pequeno susto.
Como vem sendo hábito, lá demos 2 ou 3 oportunidades de golo ao adversário, que por sorte não aproveitou. Uma das vezes o Ederson esticou-se, outra o A.Almeida sacou em cima da linha, e outra...o poste devolveu.

Mitroglou recebe e roda, deixa para Jonas que de primeira lança Salvio...e os defesas quando esperavam que o argentino disparasse pela área a dentro...trava e deixa para Mitro, que de fora da área faz um golaço!!! Coloca a bola com uma facilidade que deixou água na boca!! GOLOOO!!!

Salvio viu e reteve. É ele quem agora recebe à entrada da área...e procura colocar no ângulo mais distante...a bola sai rasteira mas fora do alcance do keeper do Belenenses! GOLOO!!!

Um grande jogo do Samaris. Um bom jogo do Luisão e Pizzi. Uma exibição coletiva bem conseguida, com pontos a melhorar, mas sem dúvida alguma a pedir um tónico para arrancar para as próximas vitórias!

Com a estreia de uma pequerrucha que se juntou a nós nos festejos, não podia saber melhor esta vitória e boa resposta aos rivais, também com chapa 4! Aquela que queremos festejar...e que ainda não foi feita...por nós!

Sai clube da fruta! Vai e não voltes!

Este lugar é nosso! Rumo ao Tetra36!!!!

Daltonismo

Existem procedimentos para preparação de pequenos pormenores como os equipamentos das 3 equipas em campo...

Não se compreende como terá sido possível alguém não reparar que a equipa de arbitragem ia confundir-se à grande com os jogadores do Belenenses. Estamos habituados a jogar contra 14...mas também não era preciso exagerar...!

Porque raio o Belém não jogou com o equipamento principal??

Ao intervalo, lá os árbitros vieram com outra camisola para não haver confusões...

Parecia que queria...

A três semanas da disputa do clássico, que pode ser determinante na definição do campeão nacional 2016/17, o médio Pizzi continua em risco de exclusão, depois de esta segunda-feira ter escapado, uma vez mais, ao cartão amarelo. Desta forma, na próxima ronda, diante do P. Ferreira, o 21 entrará em campo com a pressão adicional de ter de escapar aos cartões, sob pena de falhar esse encontro decisivo.

Titular e grande referência da zona intermediária dos encarnados, o internacional português viu o quarto amarelo em novembro, na 10.ª jornada, precisamente diante do clube da fruta, estando desde então a escapar à sanção pela primeira série de admoestações. Pelo meio, recorde-se, Pizzi foi expulso por acumulação de amarelos, diante do Rio Ave.

Para lá de Pizzi, os encarnados entram na jornada prévia ao clássico com o peruano André Carrillo em perigo de exclusão, sendo que o caso de La Culebra é menos 'complicado', já que não é um habitual titular para Rui Vitória. 

Viu-se que a meio da segunda parte o Pizzi começou a procurar fazer faltas e entrar de forma mais intempestiva aos lances, mas na verdade apenas uma vez conseguiu travar o adversário em falta e acabou por ser ele a ficar a coxear... Não havendo bolas paradas para retardar...acabou por desistir. Parecia que queria, mas se não fosse amarelado...também não sairia chateado. E assim foi.
A verdade é que em Paços pode aparecer condicionado por causa do amarelo. A verdade é que já aguentou tanto tempo a andar à bica de cartões. A verdade é que neste momento provavelmente não tem ainda quem pudesse substituí-lo na Mata Real, pois Horta ainda está sem ritmo e também o Augusto está lesionado. Daqui a 3 semanas logo se verá.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Dúvida no ar...

...será que vamos ter o Pizzi a retardar uma bola parada no final do jogo?


Desocupar!!

É pra desocupar quem foi aquecer o nosso lugar!

Hoje é pra ganhar!

Às 20h, não podemos falhar, não podemos dar 15 nem 30 minutos ao adversário.
Carregar para cima deles e controlar o jogo para voltar à liderança!

Com o meio campo ainda alvo de lesões, é o ataque que tem de voltar a ser decisivo!

Ederson; Nélson, Luisão, Jardel, Eliseu
Samaris, Pizzi;
Carrillo, Cervi
Jonas e Mitroglou

Do banco: Zivkovic, Rafa e Raúl

Lá estaremos!

Altos e Baixos

Foi um fim-semana de montanha russa...

Na viagem do #SLBenficaB a São Miguel, o Santa Clara impôs-se por 2-1. O nosso golo surgiu em período de compensação, marcado na própria baliza por Joel Silva.

Um golo em período de compensação deu o 3-2 ao FC Porto sobre os #JunioresBenfica. João Félix e Vinícius Ferreira assinaram os tentos encarnados no Estádio Luís Filipe Menezes.

Jornada dupla no Norte para o #BasketBenfica. No sábado, derrota em casa do FC Porto (85-74); no domingo, triunfo no pavilhão do V. Guimarães (80-85).

Francisco Belo, do #AtletismoBenfica, conquistou no domingo, em Las Palmas, a medalha de bronze no Lançamento do Peso da Taça da Europa de Lançamentos de Inverno, batendo o seu melhor registo pessoal, que passa a ser de 20.52 metros.

Pela primeira vez a representar o Sport Lisboa e Benfica numa prova, Sofia Araújo, juntamente com Kátia Rodrigues, venceu o 3.º Open de Padel Quinta da Marinha.

Os golos de Marlene Sousa e Rita Lopes deram, na Luz, o triunfo ao #HóqueiBenfica, por 2-1, sobre a Académica de Coimbra, em partida da 4.ª jornada da fase final do campeonato nacional.

#FutsalBenfica venceu o Fundão na Luz por 6-0. Elisandro, um hat-trick de Miguel Ângelo e um bis de Chaguinha deram expressão ao marcador.

As meninas do #FutsalBenfica bateram na Luz o Louriçal por 3-1, com golos de Rafaela Dalmaz, Janice e Maria Pereira, entrando com o pé direito na 2.ª fase do Campeonato Nacional.

#HóqueiBenfica venceu no sábado os espanhóis do HC Liceu, por 2-3, na primeira mão dos quartos de final da Liga Europeia. Tiago Rafael e um bis de Diogo Rafael deram a vantagem aos encarnados na Corunha.

#AtletismoBenfica sagrou-se PENTACAMPEÃO NACIONAL de Corta-Mato Curto!

Hoje, está reservada a partida cabeça de cartaz!

domingo, 12 de março de 2017

Primeira derrota da época, custou um título

O Benfica perdeu hoje pela primeira vez esta época, pelos parciais de 25-18, 25-19 e 25-22, com o Sporting de Espinho.


Esta derrota foi na final da Taça de Portugal e custou o título. Há derrotas que custam caro e esta é um bom exemplo.

Mais um lateral direito...

Parece que o Benfica chegou a acordo com Alex Pinto, lateral direito dos juniores do Vitória de Guimarães, com 18 anos.


Depois das contratações de Simón Ramírez que está na equipa B, e do Pedro Pereira que está na A, Alex é mais um LD a juntar-se a Buta, habitual titular da B, para a substituição mais que esperada do Nélson Semedo.


Que tenha muita sorte. O seu sucesso, é o sucesso do Glorioso!

sábado, 11 de março de 2017

Reforço importante

O Benfica espera poder melhorar naquilo que é a principal diferença atualmente para o clube da fruta.
É que não vemos uma única baixa por lesão nos adversários. Se as tivessem, não nos estariam a morder os calcanhares.

 Ao reforçar o seu departamento médico com a contratação de Lluís Til Pérez, clínico que fazia parte dos quadros do Barcelona, onde acompanhava as camadas da formação, desempenhando as funções de chefe desta área, esperamos acabar com essa constante dor de cabeça e disparar.

vai trabalhar ao lado de Bento Leitão, reforçando um departamento que está nesta altura sem um principal responsável, face à saída no último verão de João Paulo Almeida, até então diretor clínico do clube.

Nada bem...

Não correu nada bem este duelo...
O clube da fruta venceu o Benfica (85-74), em partida da 2.ª jornada do grupo A da Liga Placard de basquetebol e assim continuam na liderança depois de uma vitória clara sobre o rival. 
A vantagem chegou a atingir números mais expressivos e os encarnados apenas estiveram na frente do marcador duas vezes. 

O poste Sasa Borovnjak destacou-se nos portistas com 22 pontos e 6 ressaltos. O benfiquista Raven Barber foi o melhor marcador com 23 pontos, aos quais juntou 7 ressaltos.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Deslocação difícil ao Dragão para atacar liderança


Amanhã o Benfica visita o Dragão Caixa, às 15 horas, para a 2ª jornada da segunda fase da prova, o Nível Vencedores. Os tripeiros perderam na 1ª jornada na casa da Oliveirense, enquanto que o Glorioso venceu o Galitos, colocando as duas equipas apenas com um ponto de diferença.

Será o quinto jogo da temporada, em que o Benfica perdeu apenas o primeiro, a Supertaça, vencendo os dois para o campeonato (em casa e fora) e a final da Taça Hugo Santos.

O FC Porto, líder da Liga Placard, recebe sábado no Dragão Caixa a formação do Benfica, 2º classificado, às 15 horas, num duelo a contar para a 2ª jornada da segunda fase da prova, que será já o quinto da temporada entre duas formações que se conhecem cada vez melhor.
Os dragões, campeões nacionais, começaram melhor, vencendo a Supertaça, mas as águias estão numa série de três triunfos seguidos frente ao rival – dois para o campeonato, em casa e fora, e um em campo neutro, na final da Taça Hugo Santos.


De Maestro para Mago





O Rui Costa diz e eu concordo, que o "Aimar nunca se deveria ter reformado" e ainda acrescento que o Rui também não.


"Há um pelo qual eu tenho um carinho especial, os outros não me levam a mal por isso, que é o Aimar. A alegria que senti a vê­-lo chegar..., até porque era o meu sucessor aqui enquanto camisola… Procurei escolher um sucessor à altura e quis, a todo o custo, que no ano em que eu deixasse de jogar a minha camisola fosse para um jogador de nível, tão bom ou melhor do que eu, e a escolha de toda a estrutura recaiu em Aimar", defendeu, explicando que tem a certeza que o antigo craque argentino foi uma bela escolha para suceder: "Não podia pedir a Aimar que tivesse o mesmo amor que eu ao Benfica, mas tenho a certeza de que ele, até partir, deu tudo o que tinha por este clube".




"Há uns que não deviam começar a carreira e outros que não se deviam reformar… O Aimar era um daqueles que nunca se devia reformar. E que guerra a gente às vezes tinha, o Aimar hoje não está em condições, está machucado… ponha-me o Aimar em campo que ele, machucado, dá espectáculo na mesma", resumiu Rui Costa, prosseguindo nos elogios: "É um daqueles jogadores que transmite algo que outros não conseguem."


Estes são dois exemplos de jogadores de futebol que nunca nos esqueceremos!

quinta-feira, 9 de março de 2017

Números para recordar!

ESTREIA. Jonas entrou aos 64 minutos e, com isso, estreou-se esta temporada na Liga dos Campeões. O avançado brasileiro falhou as partidas anteriores por estar lesionado. 
ESTREIA ABSOLUTA. Quem fez o primeiro jogo pelo Benfica na Champions foi Zivkovic. O extremo sérvio não tinha sido inscrito na fase de grupos e havia falhado a 1.ª mão por ter sido castigado ainda ao serviço do Partizan.
Para ambos...uma estreia...infeliz...e com pouca contribuição quando entraram.

EDERSON. O guarda-redes brasileiro sofreu três ou mais golos pela 4.ª vez esta temporada. Já tinha sido assim frente a Besiktas (3-3), Boavista (3-3) e Moreirense (1-3).
O outro jogo que encaixámos 4, foi contra o Nápoles, mas era Júlio quem estava entre os postes.

MADRUGADOR. O 1-0, de Aubameyang, foi o 3.º golo mais rápido que o Benfica sofreu na Liga dos Campeões – à frente de Vidal (2’, Bayern Munique em 2015/16) e Carioca (3’, Spartak em 2012/13).

HAT TRICK. Aubameyang foi o primeiro a marcar três golos ao Benfica no atual formato da Champions. O último futebolista a marcar por três vezes às águias havia sido Lagorio, do Marítimo, em 2001.

GOLOS SOFRIDOS. Com 14 tiros certeiros encaixados, esta foi a pior participação de sempre dos encarnados na competição, tendo superado os 12 de 1965/66, 2010/11 e 2015/16.
Este o dado que mais preocupa. Fomos longe mesmo assim, ou seja, pelos vistos nos jogos quando estamos mal, é mal mesmo. Há que trabalhar muito neste aspeto!

Não volta a acontecer...!

Prometo que tudo farei para evitar que volte a acontecer...alguma pinga de otimismo da minha parte.

Desde o jogo na Luz, que sentia que tinha tudo para correr bem...e isso num pessimista por natureza...e cujo pessimismo é apelado por todos os colegas de bancada dado que normalmente dá sorte...era de estranhar...

Mas por isso é difícil de explicar como foi o desfecho da noite europeia.

A sorte que tivemos na Luz...não quis nada connosco em Dortmund.

Em ambas as mãos, fomos Gigantes no apoio. Mas não foi suficiente.

Em ambas as mãos, os alemães foram superiores.

Mas depois do resultado em casa, fica um amargo imenso no estômago. Desilusão, não, pois sabemos como esta prova é para desfrutar e aumentar o nosso prestígio. Não custa sonhar.

Conseguir criar mais oportunidades de golo em Dortmund do que na Luz. Ser menos pressionados em Dortmund do que na Luz. E sair com aquele resultado...

Não adianta muito estar a pensar que tudo seria diferente com a expulsão perdoada ao Dembele, mas claro que isso tem grande influência e agora que a chapa 4 está fixada ninguém vai recordar esse pequeno grande pormenor.

Tudo podia e tinha tudo para ter sido diferente...mas agora são "ses". Não passam disso.
Se o gajo fosse expulso. Se tivesse entrado pelo menos 1 das bolas que tivemos para fazer tremer o Borussia. Mas o mesmo se colocaria na primeira mão. O futebol é assim.

Infelizmente o Aubameyang não faz 2 jogos como o da Luz...e ontem não perdoou.
Infelizmente a bola não entrou.
Infelizmente o árbitro errou e um lance duvidoso na área, uma expulsão perdoada ainda na primeira parte e um golo fora de jogo marcaram a diferença.
Infelizmente o nosso mister errou, também no onze, mas principalmente nas substituições.

Só neste último ponto temos meios de trabalhar. É isso que depende de nós.
Tivemos capacidade de não desmoronar quando logo aos 3 minutos sofremos um golo. Mas depois não fomos capazes de equilibrar quando tal aconteceu na segunda parte.
A opção de A.Almeida no meio campo é discutível. Se para mim não fazia sentido, e infelizmente confirmou-se, o mister tinha obrigação de tomar a decisão. Não é o facto de meter mais um elemento no meio campo, mas sim quem meteu, mas talvez o Horta e Augusto não estivessem mesmo em condições, pois seriam obviamente a opção certa. O André, acabou por nem ajudar a fechar à direita, nem ao meio, e pouco destruiu e nada ajudou a construir. Mas a culpa não está no nosso camisola 34.
Infelizmente o Salvio voltou a manter a onda de más exibições e continua uma sombra do que é capaz, mas o mister por alguma razão preferiu o argentino e só ele pode tomar essa decisão.
Infelizmente o Nélson, que tem sido sempre o nosso melhor defesa e atacante...não foi o Nélson e fez um jogo para esquecer.
Infelizmente o Lindelof, continua sem cortar o cabelo...e tivemos uma defesa em que o Luisão fez um bom jogo mas foi o único lá atrás.
Infelizmente o Mitro não teve uma oportunidade para confirmar a veia goleadora, e apesar de achar que o Raúl era o que tinha as características mais indicadas para esta partida, ninguém pode dizer que o mister fez mal em escolher o avançado que tem sido letal.
Não adianta discutir agora porque é que o Jardel não merece ser titular, porque é que o Almeida foi titular ou até o Salvio. Custa ver que depois não houve inteligência para mexer, e constatar que em vez de serenar a equipa e voltar a equilibrar para construir com calma...foi partir completamente a tática de jogo terminando num absurdo com 3 pontas-de-lança sem bola por perto. Repare-se que antes das substituições tivemos 3 ou 4 lances de ataque com perigo e várias bolas paradas bem conseguidas em que a bola foi sempre parar à cabeça do Luisão...mas depois das substituições...não tivemos um único lance de assalto à área adversária e abrimos auto-estrada na nossa defesa para permitir o descalabro. É aí que principalmente tem de haver o trabalho do treinador e dos mais experientes da equipa, não podem deixar que se perca o controlo e concentração e se saia com uma pesada derrota quando a realidade podia ter sido diferente.

Jogámos contra o Borussia Dortmund, uma equipa que inexplicavelmente é irregular, mas que tem um futebol absolutamente fantástico. Conseguimos vencer uma das batalhas. Perdemos a guerra de forma brusca.
Que este jogo sirva de lição...para os confrontos de rivais que aí virão...!

Houve quem tivesse feito 24h de viagem, de carro, de autocarro, de avião...de todas as partes do Mundo e ninguém certamente se esquecerá do ambiente que o Signal Iduna Park viveu ontem à noite, de ambas as partes.

Não sabe a vitória moral. Soube a derrota pesada. Fomos eliminados. E sentíamos que era possível ter ido mais longe. Por isso custa.
Seguimos juntos!

2a feira lá estaremos!
E espero estar pessimista e sentir até final que os 3 pontos estarão em grande perigo!

Vês, não devias ter ido!

Por muito que se tente explicar...

...nunca irão conseguir perceber!

Digam isso a qualquer um!

Lá estar é a melhor sensação que um adepto do Benfica pode ter!

Ao lado da equipa. Entre os seus bravos na bancada.

Aconteça o que acontecer!

Só quem se atreve a estar nos maus momentos...é que pode um dia dizer que esteve lá quando o sonho se tornou realidade!

Parabéns rapazes! Não temos vitórias morais. Não queremos disso.

Queríamos outro fim desta história. Tinha tudo para ser diferente. Não é a próxima vitória que apaga esta. Mas é para a próxima que seguimos juntos!

Por ti, Benfica! Por ti, até ao fim do Mundo!

quarta-feira, 8 de março de 2017

Seria jeitoso



Tá quase!!!!!!!!!!!!!!!

Era só isto...

Decorria a primeira mão com o Dortmund na Luz e só pensa nisto...
Cheira tanto...mas tanto...mas tanto...àquela eliminatória épica com o Liverpool...

Preparados para o que os espera!

Rui Vitória convocou 22 jogadores para o jogo de amanhã, contra o Borussia Dortmund.

Guarda-redes: Ederson, Júlio César e Paulo Lopes; 

Defesas: Luisão, Victor Lindelöf, Eliseu, Pedro Pereira, Jardel, André Almeida e Nélson Semedo;

Médios: Filipe Augusto, Samaris, André Horta, Carrillo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Cervi, Rafa; 

Avançados: Raúl Jiménez, Jonas e Mitroglou.

Com Fejsa ainda de fora, mas regresso de F.Augusto à convocatória, este seria o onze que lançaria:

Ederson; 
Nelson, Luisão, Jardel, Eliseu
Samaris, Horta, Pizzi;
Rafa, Cervi
Raúl

Preparados para o ambiente que os espera? O último jogo do campeonato não deu bons sinais. Sem dúvida alguma que comparando a jornada do fim-semana de ambas as equipas que preocupa, e não será só o regresso de Nélson que fará a diferença, mas sim a atitude e concentração em campo!
Veias a palpitar para enfrentar a grande muralha amarela! 
(e acima de tudo que o Aubameyacoiso mantenha a mesma pontaria que na Luz)

Aí vão os rapazes da Luz!

terça-feira, 7 de março de 2017

Não é pra quem quer!

O troféu de tricampeão nacional entregue esta segunda-feira por Pedro Proença ao Benfica foi o primeiro e último da espécie. Prevista numa alteração regulamentar de 2011, a taça desapareceu entretanto das regras, embora ainda vigorasse, no entender da Liga, durante os três campeonatos ganhos pelas águias, entre 2014 e 2016.

Significa isto que Luís Filipe Vieira recebeu ontem um exemplar único, a não ser que nova remodelação volte a incluí-lo nos regulamentos. 

Mas como disse LFV, é bonito, mas faz parte do passado! Queremos o que aí vem!

Continhas!

Publicidade. Relativamente ao semestre anterior, os rendimentos com patrocínios e publicidade registaram um aumento de 9,3 por cento, originando ganhos de 10,5 milhões de euros.
Bilhética. Se tivermos em conta a venda de bilhetes ao longo dos primeiros seis meses deste exercício, o rendimento é de 7 milhões e resulta de um crescimento de 28,7 por cento.
Gastos com pessoal. Este aumento registado de 3,9 milhões de euros deveu-se ao "esforço efetuado com a contratação de novos atletas e a manutenção da maior parte dos principais jogadores que constituíam o plantel da época passada".
Jonas. A SAD do Benfica revelou ter investido um total de 4,5 milhões de euros para garantir o direito a 40 por cento sobre uma futura mais-valia numa transferência definitiva do jogador para outro clube. Este valor, refere o comunicado, inclui já todos os encargos com serviços de intermediação.
Salvio. Os encarnados desembolsaram, também, 2,6 milhões na renovação do último contrato do extremo argentino. Esse valor engloba encargos com serviços de intermediação e o prémio de assinatura pago ao futebolista.
Sidnei. O Deportivo acionou o direito de preferência pelo defesa-central e, com isso, a SAD benfiquista conseguiu um ganho de 6 milhões de euros com um jogador que tinha deixado o clube em 2013.
Zivkovic. O Benfica já liquidou 4,2 milhões de euros relativos à contratação de Andrija Zivkovic. O valor foi pago à empresa Zile Football Management, detida pelo pai do futebolista, que, recorde-se, chegou ao Benfica depois de ter terminado contrato com o Partizan.
Carrillo. Também a contratação do peruano já resultou num gasto de 2 milhões, pagos à empresa La Fabrica Talent. Restam liquidar pouco mais de 4 milhões.
Mitroglou. Os encarnados já pagaram 5,3 milhões ao Fulham pelo avançado grego.

Fatias avultadas...para distribuir!

A SAD do Benfica divulgou, através do Relatório e Contas do 1.º semestre de 2016/17, enviado à CMVM, ter-se comprometido a pagar diversas mais-valias em futuras transferências de alguns dos jogadores mais importantes do plantel.

Esses "compromissos com terceiros, nomeadamente clubes, agentes desportivos ou os próprios atletas", dizem respeito a Ederson (50%), Nélson Semedo (5%), Lindelöf (10%), Kalaica (50%), Salvio (8%), Rafa (10%), Jovic (20%) ou Mitroglou (7%).

É referido, ainda, que uma futura saída de Grimaldo também poderá traduzir-se no pagamento de 15% da mais-valia se essa mudança acontecer antes de 31 de agosto de 2019. Se ocorrer depois, passa a 10%.

Fatias avultadas para distribuir em futuros negócios...mas que fazem parte obviamente destas andanças! Acima de tudo, sem dúvida que o grande destaque vai para a percentagem que não temos do Ederson...retirará qualquer vontade de o vender!!!

segunda-feira, 6 de março de 2017

Depois admiram-se

O mau comportamento dos adeptos está a fazer soar alarmes na Luz e os responsáveis encarnados estudam que medidas adicionais – para além dos pedidos antes de cada jogo – poderão vir a ser tomadas para estancar tais cenários. Isto, numa altura em que as águias jogarão no terreno do Borussia Dortmund, onde será expressamente proibido pisar o risco.
Afinal, em outubro de 2015, a UEFA anunciou a punição das águias com um jogo à porta fechada (mais multa de 20 mil euros), ficando a pena suspensa durante dois anos – o risco de interdição mantém-se até outubro. Vale recordar que este castigo ficou a dever-se aos incidentes ocorridos no Vicente Calderón, no jogo com o Atlético Madrid.
No reduto do Feirense, o arremesso de tochas e petardos para as quatro linhas foi recorrente e não só impediu o início do jogo à hora estipulada (arrancou cinco minutos depois) como colocou em risco alguns intervenientes. Após o golo de Pizzi, a proteção de vidro que separa parte de uma bancada lateral do relvado cedeu, e um repórter de imagem acabou ferido (ver peça ao lado). Antes, já Luís Filipe Vieira havia abanado a cabeça em tom reprovador para com o dito lançamento de artefactos pirotécnicos. Os dirigentes dos tricampeões sabem que a tarefa de prevenção pode ser complicada – e delicada, pois são os mesmos adeptos que ‘levam a equipa ao colo’ e tantos elogios vão merecendo –, pois existem grupos ‘dispersos’ entre os elementos afetos às claques, mas nem por isso deixam de estar preocupados. Para além dos possíveis danos físicos, existem pesadas multas a pagar – na última época, foram mais de 100 mil euros só a nível interno. Depois dos incidentes em Braga, a conta foi de 4.820 euros. Agora, a SAD já espera uma verba bem mais avultada. Para além disso, o Benfica deverá ter de pagar as reparações na zona danificada no estádio do Feirense.
in Record

Enfim, não há muito a dizer. Até quem gosta das curvas e defende a "no piro no party" fica revoltado com esta atitude. E é por isso que por causa de uns pagam depois todos. É por haver quem não sabe criar o ambiente que como se costuma dizer fica bem nas fotos...que depois está tudo estragado. As tochas e fumos são para ficar na bancada. A força do Benfica fica demonstrada por atirarem cadeiras, petardos e tochas contra os jogadores, agentes do recinto desportivo ou quem quer que seja?
Sabem que são maiores que isso...
Depois admiram-se...